Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \07\UTC 2016

Hoje,neste feriado de 7 de Setembro de 2016,em que comemoramos o Dia da Independência do nosso país,centenas de noss@s irm@s em situação de rua-moradia estarão se juntando @s milhares de cidadad@s que estarão participando do 22º GRITO D@S EXCLUÍD@S,em Porto Alegre,RS.

A população de rua,também, protestará contra o Golpe, a Violência Policial ,os Grupos de Extermínio, as Reformas Trabalhista /Previdenciária, Ausência de uma Política Nacional, estadual e municipal de Habitação de Interesse Social e a precarização de Serviços que põem em risco o acesso e adoecem os trabalhadores da Assistência Social.

Inspirado nos ensinamentos do Papa Francisco durante o IIº Encontro Mundial com os Movimentos Populares, ocorrido na Bolívia, em 2015, o LEMA:”VIDA EM PRIMEIRO LUGAR!ESTE SISTEMA É INSUPORTÁVEL: EXCLUI, DEGRADA, MATA!”

Por isso, nos provoca a sermos agentes das mudanças urgentes e necessárias em um sistema global e excludente, onde a lógica do mercado e do lucro vai além do valor da vida.

É uma articulação nacional de vários movimentos que nasceu da grande necessidade de dar voz ao povo, em especial,às minorias e à população historicamente excluída pelo sistema e pelo Estado, como a População em situação de rua-moradia,povos indígenas e quilombolas massacrad@s intensamenete pelos ruralistas criminosos.Também será um grande grito em defesa da nossa frágil Democracia e contra o Golpe Político.

De acordo com a coordenação nacional de articulação, “o Grito precisa continuar acontecendo e manifestando indignação diante de um sistema político e econômico que exclui e descarta a maioria da população da participação e decisão dos rumos do país”. O Grito não começa e nem termina no dia 7 de setembro. É um espaço permanente para que movimentos sociais organizados se manifestem e cobrem direitos já assegurados em nossa Constituição Federal.

“Diante deste contexto, teremos uma das maiores manifestações da cidade contra o golpe.Levaremos o Povo de Rua,população que ,gostemos ou não, foi incluída nas políticas sociais implantadas pelos governos d@s Presidentes Lula e Dilma Rousseff do PT,”enfatizou o Reinaldo Santos,Jornalista,Acadêmico de Direito, idealizador e Coordenador do Projeto A Rua Pergunta

“Tivemos várias reuniões com nossos irm@s em situação de rua,para organizarmos metodologicamente os rumos desse importante momento e suas articipações no alicerce de cada tijolinho do 22º Grito”,complementou Marly Cuesta,educadora popular,Tuxáua 2010 e uma d@s Coordenadores do Projeto.

LOCAL DE CONCENTRAÇÃO: Monumento aos Desaparecidos na Ditadura Civil Militar,no Parque Marinha do Brasil, esquina da Avenida Ipiranga com a Avenida Beira Rio.

HORÁRIO DA CONCENTRAÇÃO : A partir das 9 horas.
Previsão de 15 mil participantes em 2016.

PREVISÃO DE INICIO DO DESFILE: 11 Horas.
Estarão presentes: Movimentos Sociais, MST/RS,Organizações Não Governamentais, Associações Culturais e Comunitárias,Via Campesina, MNPR/RS, MNCR/RS, Fórum Fome Zero-Núcleo população em situação de rua,Associação projeto Filho,Ponto de Cultura Vitória-Régia,Associação de Mulheres Vitória-Régia,Projeto Jornal Boca de Rua,Fórum Fome Zero de Porto Alegre,Fórum Contra o Extermínio da População Negra, FEGAN/RS, UAMPA, CMP/RS, MNLM/RS, FETRAF/RS, CUT/RS,UNE,CEPERS, MNU/RS, ASSURFGS, RAIZ RS-Movimento Cidadanista, CMAS Porto Alegre,Culturas Populares e Tradicionais, dentre tantos outros.

COORDENADORES DO Projeto A Rua Pergunta:
Reinaldo Santos,Marly Cuesta Télles de Conti,Maristone Lima de Moura e Fátima Flores.

Apoio:Projeto Bússola Cultural – Prêmio Tuxáua 2010

Anúncios

Read Full Post »

QUINTANDA É UMA PARCERIA ENTRE ASSOCIAÇÃO AGROECOLÓGICA E CENTRO METODISTA IPA

A partir do dia 09 de junho acontece, todas as quintas-feiras das 15h às 19h, a Quintanda – Feira Agroecológica do IPA. A Feira será realizada na Unidade Central do Centro Metodista IPA, no Bairro Rio Branco, e é uma parceria entre a Universidade e a Associação Agroecológica – Associação dos Agricultores Ecologistas Solidários do RS.

Com o objetivo de ampliar a rede de saúde integral e do consumo responsável no município, a Quintanda conta com 11 produtores expositores que oferecem, a preços acessíveis, uma diversidade de produtos que pode garantir a alimentação da semana inteira para toda a família, com frutas, legumes, verduras, cereais, ovos, pães, bolos, biscoitos e massas.

Além disso, através da parceria com a Universidade, a feira busca ser um espaço de socialização, cultura e formação. Ações que congregam ensino, pesquisa e extensão na promoção da agricultura familiar ecológica já vêm sendo realizadas. Como a identidade visual da Quintanda, por exemplo, que foi elaborada por estudantes do IPA com o apoio de professores do curso de Comunicação.

As feiras administradas pela Associação Agroecológica envolvem 147 famílias de agricultores e são frequentadas por mais de 25 mil consumidores. A FAE, na Av. José Bonifácio, foi a primeira feira de agricultores ecologistas do Brasil. A partir dela surgiram feiras nos bairros Menino Deus, Tristeza e na PUC, além da participação de associados nas feiras dos bairros Auxiliadora e Três Figueiras. É uma grande rede de produtores e de consumidores que praticam e viabilizam a sustentabilidade social, econômica e ambiental semanalmente na capital de nosso Estado.

O apoio da população é essencial para a consolidação de mais este espaço de disseminação da cultura agroecológica e de comércio socialmente justo, no qual não há a figura do atravessador. Quem compra na Quintanda e em outras feiras agroecológias contribui para microrrevoluções, devolvendo ao agricultor o poder de receber dignamente por seu trabalho no campo e ao comprador, o poder de escolher para quem oferece o seu dinheiro. Assim, convidamos os moradores do bairro Rio Branco e todos os cidadãos porto alegrenses para conhecer esse novo espaço de comercialização e compartilhamento.

Serviço:
O quê: Quintanda – Feira Agroecológica do IPA
Quando: às quintas-feiras, das 15h às 19h, a partir do dia 09 de junho
Onde: IPA Central – Rua Casemiro de Abreu, esquina com a Rua Bordini

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: