Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2016

¿Sabías que antes del siglo XVII las mujeres occidentales daban a luz en cuclillas, sentadas y de pie?

Fonte: Cuando en occidente teníamos hijos de pie

Anúncios

Read Full Post »

cartazlogo25anos odm ods

Será uma atividade autogestionária, na próxima quarta-feira,dia 20 de Janeiro de 2016, das 13h30 às 17h30,no Auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS.

O Seminário Dos 25 Anos dos Objetivos do Milênio à Nova Agenda do Desenvolvimento Sustentável,tendo como foco o Acordo do Clima – Ações Concretas e o Caso do Saneamento Básico.

A nova agenda de Desenvolvimento sustentável da ONU,que vigorará de 2016 à 2030,terão 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável,com o propósito de de Combater a Fome e a Desigualdade Social,Melhorar a Educação,Promover a qualidade de Vida e apontar Soluções Estruturais para enfrentar os problemas sociais do mundo.

A posição do Saneamento

1990 – 2015 – OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO ODM

Objetivo 7:- Garantir a Sustentabilidade Ambiental

QUALIDADE DE VIDA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

2015 – 2030 OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ODS – Objetivo 6 – Garantir a Disponibilidade de Água e Seu Ordenamento Sustentável e o Saneamento para Todos.

Saneamento é reconhecido como um direito humano

Uma nova resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, adotada em dezembro (17), reconheceu o saneamento básico como um direito humano separado do direito à água potável. A decisão pretende chamar a atenção para a situação das mais de 2,5 bilhões de pessoas que vivem sem acesso a banheiros e sistemas de esgoto adequados no mundo todo. Falta de saneamento básico favorece proliferação de doenças infecciosas.

A ONU se propõe a dar continuidade ao enfrentamento da fome, da pobreza e das desigualdades sociais persistentes, embora o mundo tenha avançado em alguns indicadores sociais nas áreas de educação, saúde e trabalho. Entre elas é o aprofundamento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), em especial, o “Sétimo Objetivo do Desenvolvimento do Milênio: Garantir a sustentabilidade ambiental”.

Agora uma nova plataforma foi construída pela comunidade internacional, a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Recentemente foram aprovadas resoluções sobre o clima no planeta, que poderão fazer avançar de forma articulada a luta contra a extrema pobreza e a fome tendo como pano de fundo o clima e a sustentabilidade das nossas formas de estar no mundo e na convivência dos homens com suas fontes de vida.

Neste seminário faremos um recorte para demonstrar a importância do saneamento básico, em especial, do esgoto, para a melhoria das condições de vida das comunidades dos centros urbanos e rurais, bem como da periferia das médias e grandes cidades que sofrem com a falta de condições mínimas de saneamento para participarem da vida social como cidadãos que têm direitos e deveres para construir a sustentabilidade do seu país, da Mãe Terra e de suas vidas e personalidades. O clima baliza todas as nossas andanças na comunidade e no planeta que habitamos.

“Faz-se necessário o debate quanto ao alcance das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) nos últimos 25 anos (1990 a 2015), bem como a continuidade da luta contra a fome, a pobreza e as desigualdades sociais persistentes, através da Nova Agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para 2030”,afirmam Hélios Puig,Salvatore Santagada. e Jayme Lapolli.

O começo de dezembro de 2015 ficou marcado pela 21ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris, onde foi firmado o Pacto Ambiental Internacional sobre Água e Adaptação às Mudanças Climáticas.

O acordo global prevê que várias nações articulem uma melhor gestão de recursos hídricos, promovendo cuidados e alternativas que tornem os sistemas de água mais duráveis contra as ações climáticas e especulativas.

Isso demonstra a importância do saneamento básico para alcançar esses objetivos, dando ênfase à sustentabilidade ambiental.

Os Promotores deste importante Seminário,são o Sindiccato dos Sociólogos do Rio Grande do Sul,Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do sul e o Movimento pelos ODM/ODS da ONU no RS e são gratos pelo importante apoio do ObservaSinos(UNISINOS-IHU,ObservaPOA,Cooperativa dos Sociólogos Solidários(Coopssol),Projeto Bússola Cultural e Sindicato dos Economistas do Rio Grande do Sul(Sindecon-RS).

‘O GT-Boas Práticas do Movimento pelos ODM da ONU no RS,vem contribuindo para ações concretas junto às Comunidades mais carentes do RS’,diz a mestra Marly Cuesta, titular do GT e gestora do Projeto Bússola Cultural.

Confira a P R O G R A M A Ç Ã O:

13h30min

Abertura

Prof. Eng. Econ. Jayme Lapolli (Senge / Movimento ODM/ODS do RS)

13h50min

Painel: A COP21 aposta na posição dos cientistas do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas (IPCC)

Prof Dr Econ. Jaques Bensussan (Pesquisador em Economia da FEE)

14h20
Painel: Dos Objetivos do Milênio (ODM) à Nova Agenda do Desenvolvimento Sustentável (ODS).
Prof. Me. Soc. Salvatore Santagada (SINSOCIÓLOGOS/RS)

Prof. Bel. Econ. Hélios Puig Gonzalez (Doutorando do Propur – UFRGS e Pesquisador em Indicadores Sociais da FEE)

15h

Painel Saneamento

Problemas e Desafios no Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos

Profª. Drª. Marilene Maia (UNISINOS/IHU)

Plano de Saneamento de Porto Alegre – Observapoa

Soc. Rodrigo Rodrigues Rangel

Saneamento Básico – Drenagem Urbana

Prof. Dr. Eng. Carlos Bulhões Mendes (Senge; Propur e IPH-UFRGS ) / Adm. Diogo Arns Passos – (Coordenador Defesa Civil São Leopoldo, Mestrando do Propur–UFRGS)

16h

Debate – Objetivos Planetários dos 25 Anos dos ODM aos ODS: o Acordo do Clima 21 – Ações Concretas e o Caso do Saneamento Básico

Prof. Eng. Econ. Jayme Lapolli (coordenador)

17h

Lançamento do livro de Geopolítica:

“Fronteiras irmãs. Transfronteirizações na Bacia do Prata”–

Prof. Dr. Geog. Camilo Pereira Carneiro Filho (Ppgeei-UFRGS)

17h30min

Encerramento

Sua participação é de muita importância.
Faça sua Inscrição pelo email:
sinsociologos@gmail.com
ou no local do seminário.

Read Full Post »

Para compreendermos os trabalhos de Ervas e Raízes,temos que primeiro observar a nossa própria natureza!

https://drive.google.com/file/d/0B3_AxKJwInQWTWhfNVEtUVJRWms/view?pli=1&submission=1326158

http://www.eulivre.com.br/

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: